O governo de Darci Lermen teve uma mudança durante esta semana. Wanterlor Bandeira deixa o comando da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão de Parauapebas (Semsi) e vai para a diretoria administrativa da Câmara Municipa de Parauapebas dando apoio a gestão do vereador Luis Castilho, agora, presidente da Câmara.

Wanterlor, por carta, pediu exoneração do cargo ao prefeito e agradeceu o apoio dado pelo gestor e pelos vereadores Joelma Leite e Ivanaldo Braz. Bandeira abre espaço ao experiente e competente agente do Departamento Municipal de Trânsito e Transportes (DMTT), Glauber Mota, que assume como secretário.

Nas duas esferas, tanto a Câmara, como a Semsi, ganharam muito com as indicações.

A Cultura

A Secretaria de Cultura precisava urgentemente de mudanças. A gestão de Wandernilson Pópó não foi muito bem aprovada pela cúpula da Cultura e os gastos foram exorbitantes, segundo fontes do governo.

Com a saída de Pópó, assumiu provisoriamente o ex-vereador Zé Alves, que continua como interino.

Nos últimos dias, os rumores são de que, Pedro Alcântara, o “queridinho” da Cultura poderia estar voltando a pasta, amparado pela força política do vereador Pavão. Pedro tem boa transição em meio aos artistas e diversidades culturais, já esteve na pasta desenvolvendo ótimos trabalhos e a chegada dele seria bem vista.

Apesar de não ser oficial, tudo tende para os rumores se tornarem chamada oficial nos meios de imprensa.

 

 

Comments

comments