O governador do Estado, Helder Barbalho, concedeu menções honrosas aos quatro policiais militares que participaram de uma ação que terminou na morte de quatro criminosos e resgate de um refém com vida, no último sábado (12), em Belém.

Reunidos no auditório do Comando Geral da Polícia Militar, na tarde desta segunda-feira (14), o evento contou com a presença do comandante geral, coronel Dilson Júnior, o secretário de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social, Walame Machado, e do vice-governador, Lúcio Vale.

Os agraciados pelo Governo do Estado foram os sargento Alex Souza e os cabos Genilson Carrera, Denis Miranda e Wanderson Dionísio, este último ferido durante a ação e representado pelo tenente-coronel Araújo.

Uma das honrarias foi entregue pelo filho da vítima do assalto, que foi convidado pelo governo para a cerimônia.

Em sua fala no evento, o governador Helder disse que já encaminhou a solicitação para que os agentes envolvidos na ação sejam promovidos.”Além da menção honrosa, já solicitei ao comandante-geral que possar levar o nome dos senhores para avaliação em um processo de promoção, pelo êxito com que os senhores produziram as atividades em nome da Polícia Militar. Faço isso porque estou certo que esse ato representa um sentimento da sociedade paraense”, disse o governador Helder.

RELEMBRE O CASO

Policiais militares do 2º e do 20° batalhões atenderam um chamado para resgatar uma vítima de sequestro-relâmpago, iniciado no bairro do Reduto, em Belém.

Durante a ação, os quatro bandidos morreram em troca de tiros com os policiais, no bairro Batista Campos. A vítima foi conduzida no porta-malas do próprio veículo e não sofreu nenhuma lesão grave.

Familiares da vítima repassaram informações ao Centro Integrado de Operações (Ciop), o que possibilitou que o carro fosse identificado. Os criminosos foram interceptados na Rua São Francisco com Avenida Almirante Tamandaré.

Um dos bandidos era foragido do sistema penitenciário. Outro, monitorado por tornozeleira eletrônica.

Os policiais militares também apreenderam um revólver de calibre 38, outro de calibre 32 e um simulacro. O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Seccional de São Brás.

POLICIAIS BALEADOS

Na troca de tiros, dois policiais militares foram atingidos e conduzidos para um hospital particular, no bairro Batista Campos, sem risco de morte. Cabo Denis Miranda, do 20º Batalhão, foi atingido na mão, sem gravidade, enquanto o cabo Wanderson Dionísio, do 20º Batalhão, atingido por um disparo no braço, que transfixou e atingiu a boca.

O cabo baleado recebeu atendimento especializado dos médicos plantonistas do Corpo Militar de Saúde da Polícia Militar. Um oficial emergencista, um traumatologista e um especialista buco-maxilo-facial integraram a equipe que prestou os primeiros socorros.

Como o quadro médico do policial não apontou necessidade de internação, cabo Wanderson Dionísio foi conduzido de ambulância até sua residência, onde permanece em recuperação.

 

 

Fonte: ORM

Comments

comments