MPPA investigará servidora que deixou ponto assinado e foi para Copa na Rússia

A Promotoria de Justiça da Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa instaurou, na manhã desta terça-feira (26), procedimento investigatório para averiguar possível ato de improbidade administrativa praticado pela funcionária pública Iolanda Vilhena, da Secretária de Estado de Transporte (Setran). A servidora é suspeita de ter preenchido previamente a folha de ponto do mês de junho e ter viajado à Rússia para assistir a Copa do Mundo.

O procedimento investigatório é de autoria do promotor de justiça Rodier Ataíde Barata e pode durar até 90 dias. A funcionária pública está sendo investigada por possivelmente estar em viagem para a Rússia, mas sem autorização, licença ou férias do trabalho. Uma série de imagens publicadas em redes sociais e reproduzidas por meios de comunicação mostram Iolanda supostamente em estádios da Rússia.

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) recebeu denúncias do fato e instaurou o procedimento investigatório para comprovação, ou não, da suposta irregularidade. A investigação pretende comprovar se a viagem realmente ocorreu, se ouve mesmo a assinatura da folha de ponto do mês e se há outros envolvidos no caso.

Em caso de comprovação da irregularidade, a funcionária pública poderá responder por ato de improbidade administrativa, devido à violação de princípios da administração pública, podendo assim perder sua função pública. Caso não seja comprovado, o caso deve ser arquivado.

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password