Elielson Ivan Costa Cordeiro está preso na carceragem do bairro Rio Verde sob acusação de estupro a uma mulher. O crime teria ocorrido no começo da manhã de sábado (6), no balneário às margens do rio Parauapebas, conhecido popularmente como City Liso, distante alguns quilômetros da Faruk Salmen.

A mulher, que denunciou o crime e registrou ocorrência na Delegacia de Parauapebas, informou que estava na frente do bar Boteco Universitário, localizado às margens da PA-160, quando começou uma briga. Se aproveitando da oportunidade, Elielson Ivan a abordou em uma moto Biz e ofereceu carona para a residência dela, carona que foi aceita.

 

No entanto, Elielson tomou rumo ao balneário e ao ser questionado pela mulher, ele passou a ameaçá-la afirmando que estava armado. Ao chegar às margens do balneário, ele começou o ato sexual e afirmou que, caso ela não aceitasse, iria atirar na cabeça dela. A vítima comunicou a polícia que o acusado chegou a ejacular dentro dela.

Com a denúncia feita, a polícia passou a tentar encontrar Elielson. Imagens de câmeras de segurança do bar foram requisitadas pela polícia, que também passou a tentar localizá-lo via Facebook. Os policiais descobriram que Elielson trabalhava em uma borracharia no bairro Novo Horizonte e foi lá que ele foi preso.

 

Na Delegacia, o acusado negou as informações prestadas para a polícia pela vítima. Elielson afirmou que apenas acariciou as partes íntimas da vítima, mas que não houve relação sexual.

Na manhã desta segunda-feira (8), ele realizou exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Marabá e foi encaminhado a carceragem do bairro Rio Verde, onde continua preso.

 

 

Comments

comments