Cassiano brilha, Walter estreia e Papão tira o Interporto com direito a baile

Festa na ‘tia do churrasquinho!’ Com o perdão do trocadilho, o Paysandu entrou ‘com fome de gol’ na noite desta terça-feira (20) e goleou o Interporto na estreia de Walter, pela decisão da primeira fase da Copa Verde, na Curuzu.

O primeiro gol do jogo poderia ter saído ainda aos 17 minutos, com Mike, mas a arbitragem anulou o lance de forma equivocada sob alegação de impedimento. Aos 20, porém, o mesmo Mike fez a festa alviazul na Curuzu. No finalzinho da primeira etapa, Pedro Carmona, ampliou. Depois do intervalo, Cassiano fez mais dois gols, aos 11 e aos 21, e foi substituído dividindo aplausos com Walter, estreante da noite.

A goleada, além de elevar o moral do Papão, faz com que o time engate o segundo triunfo consecutivo e gannhe mais R$ 30 mil por ter se classificado à segunda fase da Copa Verde. Nesta nova parte da disputa, enfrentará o vencedor de Santos (AP) x Atlético (AC).

Os jogos da segunda fase estão previstos para ocorrer nos dias 7 e 18 de março, com mandos de campo ainda sem definição.

1º tempo: Paysandu faz três, tem um anulado e Interporto fica ‘atracado’

Com a missão de vencer em casa, o Paysandu tinha mais iniciativa, mas limitava-se aos lançamentos longos dos zagueiros Perema e Diego Ivo para o ataque. Todos sem êxito! Aos 17 minutos, porém, em cobrança de falta, Pedro Carmona colocou a redonda na cabeça de Diego Ivo, que escorou para a chegada de Mike. O atacante empurrou para a rede, mas a arbitragem – de forma equivocada – marcou o impedimento e anulou o gol.

Enquanto muitos torcedores formavam a comissão para reclamar dos ‘homens do apito’, o Papão foi ao ataque novamente e, três minutos depois, Maicon Silva jogou a redonda na testa de Mike, que subiu com estilo para, enfim, mexer no placar. Papão 1 a 0!

Aos 24 minutos, o time de Dado Cavalcanti chegou perto de ampliar. No lance, o garoto Willyam saiu pelo meio, entrou na área, foi à linha de fundo, driblou a marcação e chutou cruzado para a boa defesa de Carlão.

O Paysandu era absoluto na partida. Aos 29, Mateus Muller foi acionado na esquerda, tirou de dois marcadores, puxou para o meio e acertou um chute de direita para outra intervenção importante do camisa 1 do Tigre.

Falando em camisa 1… Renan Rocha só apareceu no primeiro tempo em uma oportunidade. Foi aos 32 minutos, quando Ildemar cobrou falta no canto esquerdo e viu o goleiro bicolor espalmar pela linha de fundo. Três minutos depois, Renan deu um susto e tanto! Ele recebeu o passe de Diego Ivo e, ao tentar despachar, jogou a bola no pé de Ildemar, que, só não bateu para o gol porque demorou para dominar a redonda

Já no finalzinho, Peu entrou no lugar do machucado Mike e, ao tocar na redonda, foi para a arrancada na ponta esquerda. Ao chegar no fundo, cruzou na cabeça de Pedro Carmona, que testou para o segundo tento alviceleste.

2º tempo: Cassiano faz dois, Walter estreia e Tigre dá adeus

O Interporto voltou melhor para a segunda etapa e, aos quatro minutos, Antonio Flavio foi para a entrada da área e acertou um chute de primeira na sobra de Diego Ivo. A bola foi na forquilha (ferro que dá sustentação à rede e fica atrás da junção entre travessão e trave) esquerda de Renan Rocha. A resposta dos donos da casa foi imediata. Aos cinco, Nando Carandina apareceu como elemento surpresa na esquerda e levantou para Cassiano finalizar, só que a redonda saiu à direita de Carlão e foi pela linha de fundo.

O meia Netinho foi ainda mais perigoso. Aos nove minutos, o meia recebeu fora da área e arriscou uma pancada em um chute cruzado. A ‘pelota’ só parou na trave. A Curuzu estava em silêncio, porém explodiu aos 12 minutos, quando um chutão de Moisés, da frente da área defensiva, foi para Cassiano no ataque. O zagueiro Alisson estava mais inteiro no lance, mas falhou ao tentar cortar e deixou a redonda no pé do atacante do Papão, que mandou para a rede. Dois minutos depois, Willyam disparou pela ponta e cruzou para Peu, que tentou finalizar de carrinho. O camisa 11 não acertou a redonda e Carlão defendeu.

A torcida já ensaiava o nome de ‘Walter’ quando, aos 21 minutos, Moisés recebeu na entrada da área e lançou Cassiano. O centroavante entrou na área e bateu forte para fazer o quarto do Bicola. Walter se levantou do banco e já ficou em pé para entrar na partida, justamente, no lugar de Cassiano. A torcida aplaudiu ambos.

Até o final do jogo, nenhum grande lance de perigo de gol e alguns momentos de Walter com a bola. No finalzinho, cruzamento da esquerda de Mateus Müller quase encontrou o camisa 19 na área. Ele se atirou na bola, mas a deixou passar pela linha de fundo.

Ficha técnica (Paysandu 4 x 0 Interporto/TO)

Paysandu – Renan Rocha; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Mateus Müller; Willyam (Cáceres), Nando Carandina e Pedro Carmona; Mike (Peu), Moisés e Cassiano (Walter). Técnico: Dado Cavalcanti

Interporto – Carlão; Polegar Alisson, Paganelli e Rodrigo; Yuri, Luiz Henrique (Pasa) e Ildemar (Netinho); Afonso, Jonas e Roni (Antonio Carlos). Técnico: Jadson Oliveira

Gols: Mike 20’/1ºT, Pedro Carmona 44’/1ºT, Cassiano 11’/2ºT e 21/2ºT (Paysandu)

Cartões amarelos: Mateus Müller (Paysandu); Alisson (Interporto)

Data: 20/02

Local: Curuzu (Belém/PA)

Hora: 19h30

Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior – AM (CBF)

Assistentes: Alexsandro Lira de Alexandre – AM e Eliane Nogueira dos Santos – AM (CBF)

Público: 6.738 (2.656 pag., 2.875 sócios e 1.207 cred.)

Renda: R$ 96.155,00

 

 

 

 

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password