A publicação de um vídeo de conteúdo escatológico e pornográfico pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter, na noite desta terça-feira, 5, divide a rede social nesta quarta-feira, 6, com a hashtag #ImpeachmentBolsonaro liderando os tópicos mais replicados, seguida pela #BolsonaroTemRazão.

Logo após o tuíte, muitos internautas pediram que o conteúdo fosse denunciado à rede social como impróprio. Nem o Twitter, nem o presidente excluíram a postagem, mas foi colocado um aviso de que a mídia “pode conter material sensível”. Na postagem, o presidente afirma que “é isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”. Na postagem feita por Bolsonaro não está identificado onde se deu o ocorrido.

 

Print do vídeo postado no Twitter do presidente

 

Entre os tuítes com a hashtag #ImpeachmentBolsonaro, são feitos pedidos de exame psiquiátrico para o presidente, além de acusações de quebra de decoro. “Bolsonaro é um sujeito vulgar e sem ética que não vê problema em expor um vídeo de pornografia no seu perfil oficial do Twitter. É um vigarista charlatão e, acima de tudo, um despreparado para o cargo que ocupa”, escreveu um usuário da rede.

Do outro lado, as postagens com #BolsonaroTemRazão apontam que o presidente estava apenas fazendo uma denúncia. “Fazer pornografia em área pública na frente de família e criança não tem problema. O problema é o Bolsonaro postar. A que nível chegou esse pessoal…”, tuitou outra usuária.

 

 

 

Fonte: Agência Estado

Comments

comments