Ernandes Nasaré Silva, vulgo Maratá, 47 anos, natural de Barra do Corda (MA), foi morto na manhã deste domingo (7) na Vila Palmares II, distante mais de 20 quilômetros de Parauapebas. O assassino deixou uma faca cravada nas costas da vítima. O caso chocou moradores da localidade.

 

Maratá em foto de identidade
Faca cravada nas costas da vítima

De acordo o cabo Eliel, que estava de serviço naquela localidade, a Polícia Militar e Guardas Municipais estiveram trabalhando na segurança do aniversário da Palmares II durante toda noite de sábado e madrugada de domingo até às 4 da manhã. “Quando já era manhã, por volta das 7 horas, tomamos conhecimento do crime. Eu e o cabo Batista estivemos no local tentando colher informações, mas ninguém quis falar detalhes do crime, tampouco revelar quem teria sido o assassino. Acredita-se que o crime ocorreu após uma discussão entre vítima e assassino”, disse o policial.

 

Ainda no domingo, policiais tomaram conhecimento que o assassino de Ernandes Nasaré teria sido uma pessoa identificada como Tutti Frutti. Inclusive, Tutti Frutti teria sido morto em vingança a morte de Maratá, numa comunidade conhecida como Três Voltas, distante mais de 30 quilômetros da Palmares II.

 

A polícia foi até o local e encontrou apenas um short rasgado, que seria de Tutti Frutti. O corpo dele não foi localizado e os policiais também não afirmam a morte do acusado do assassinato de Maratá.

O caso segue sendo acompanhado pela polícia.

 

Comments

comments