Um homem foi preso na noite dessa terça-feira (2) suspeito de ter matado a tia dele em Sorriso (MT), a 420 quilômetros de Cuiabá. De acordo com a polícia, ele arrancou o coração da mulher e entregou o órgão para a filha da vítima.

Segundo a polícia, a vítima foi identificada como Maria Zélia da Silva, de 55 anos. Ela foi morta a facadas dentro da própria casa, no bairro Vila Bela, pelo sobrinho Lumar Costa da Silva, de 28 anos, que é usuário de drogas. O homem confessou o crime à família.

 

Ele foi abordado, bastante transtornado, quando andava a pé pela cidade e foi preso pela Polícia Militar na Rua das Videiras.

 

 

Lumar, de 28 anos, confessou o crime à família em Sorriso — Foto: Arquivo pessoal

 

De acordo com a família da vítima, Lumar morava em São Paulo e viajou para Sorriso, onde ficou hospedado na casa da tia. Depois de um tempo, a tia descobriu que ele era usuário de drogas e pediu que o sobrinho deixasse o local.

O primo do suspeito, filho da vítima, providenciou uma quitinete para que ele ficasse temporariamente, o que não impediu que ele voltasse à casa dela para matá-la.

 

A filha da vítima, Patrícia Cosmos, viu o suspeito após o crime. Ele teria ido entregar a ela o coração da mãe dela. Segundo Patrícia, o primo ‘estava fora de si’ e exigia que ela entregasse a filha dela, de 7 anos. Lumar roubou o carro de Patrícia e saiu da casa.

Segundo o perito Nilson Carlos Dalberto, o suspeito usou duas facas para matar a vítima. A mulher tinha três ferimentos, no pescoço e no tórax.

 

 

Fonte: G1

Comments

comments