A Polícia Militar apresentou na noite desta quinta-feira (28) uma quadrilha de jovens acusada de realizarem vários assaltos em Parauapebas e Marabá. Os assaltantes foram presos em uma casa no Bairro Guanabara que servia de base para esconder os produtos de furto.

De acordo o sargento Severo da PM, testemunhas delataram à polícia que vários jovens estavam entrando e saindo da residência com mochilas nas costas. A movimentação era intensa.

Sabendo a polícia que várias ocorrências de assaltos estavam acontecendo na grande Parauapebas, os PMs decidiram ir ao local para checar a suspeita dos populares. “Chegando lá, encontramos vários jovens em atitude suspeita, revistamos a casa e debaixo de um colchão encontramos um colete à prova de bala, tabletes e celulares. Um carro renault estava em frente a casa e constamos que ele havia sido roubado na cidade de Marabá na última terça (26). Diante da questão, encaminhamos os jovens presos para a Delegacia”, informou o sargento Severo.

A reportagem também conversou com o contador e vítima do bando, Airton Bezerra Pedroza. “Fui abordado na terça-feira (26), por volta das 22 horas, quando estava entrando na minha casa, no Bairro São Félix, em Marabá. Os assaltantes eram jovens armados, me imobilizaram, pegaram meus pertences e colocaram no carro, depois disso me trancaram dentro do meu quarto e empreenderam fuga, mas graças ao trabalho da polícia de Parauapebas consegui recuperar meu carro e o delegado Fernando pediu para eu comparecer aqui e retomar meu veículo”, disse a vítima.

Loian Rocha Carvalho, Everton da Costa Sousa e as mulheres Elivanea da Costa Silva e Larissa da Silva Aquino estão presos à disposição da justiça. Todos negam envolvimento com o crime, mas um deles, estava vestido em roupas da vítima. Um menor de 17 anos também foi apreendido.

O Papo Carajás também foi informado que um homem e uma mulher do bando haviam sido liberados da Delegacia ainda nesta semana, ambos acusados de furto a motocicletas.

 

Comments

comments