A convocação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), subsede Parauapebas, para uma paralisação dos professores da rede pública de ensino, deu certo. Pelo menos 70% dos educadores não foram aos seus postos de trabalhos na manhã desta quinta-feira (14) e estão reunidos em protesto na frente da Prefeitura Municipal de Parauapebas.

 

 

A paralisação significa que mais de 30 mil alunos estarão sem aula nesta quinta. Rosemiro Laredo, presidente do Sintepp, afirmou que as escolas estão em situação de calamidade e são ambientes insalubres, merenda escolar anda precária. Ele também afirmou que professores estão sendo agredidos, além de tantos outros problemas, que segundo ele, a Semed já é conhecedora.

 

 

Na tarde de ontem (13), o novo secretário de educação, o professor Luis Vieira, gravou um vídeo e lançou nas redes sociais. Ele pedia aos educadores para que refletissem na situação da educação de Parauapebas e não realizassem a paralisação, haja vista que ele assumiu o cargo de secretário no dia 04 de fevereiro deste ano e está tentando resolver as demandas, ao mesmo tempo que se apossa de toda a problemática da Semed.

Como é visto neste texto, a classe de educadores não atendeu ao pedido do secretário.

 

 

 

Da Redação

 

 

 

Comments

comments