Prefeitura de Curionópolis leva representantes de classes para reunião na Alepa e Semas

Uma comitiva com representantes das classes de Curionópolis, viaja nesta terça-feira (11), à Belém, para reunir-se com deputados na Assembléia Legislativa do Pará (ALEPA) e na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS). A iniciativa partiu através de um compromisso realizado entre o poder executivo e a comunidade que estava promovendo a manifestação na PA-275, no fim da tarde desta segunda-feira (10).

O prefeito Adonei Aguiar visitou a manifestação para estabelecer um diálogo com a população e firmar o compromisso de continuar buscando investimentos que promovam o desenvolvimento social e econômico do município.

 

Prefeito Adonei Aguiar conversou com os manifestantes e organizou uma reunião na Alepa e Sema

 

O grupo, que será conduzido pela Prefeitura Municipal de Curionópolis, é formado por funcionários da mineradora Vale, da Associação Comercial e Industrial de Curionópolis (Acic), Associações de Bairros, Pastoral Católica e Conselho de Pastores do município.

Os principais objetivos da viagem à capital são para apresentar aos parlamentares do Estado, as reivindicações da comunidade curionopolense e pedir a celeridade da liberação da Licença de Ampliação do Projeto Serra Leste.

Interdição da PA-275

Nesta segunda-feira (10), funcionários da Vale e representantes da sociedade civil interditaram o trânsito na rodovia PA-275, em manifestação a continuidade da operação do Projeto de Mineração Serra Leste.

A exploração do minério de ferro em Curionópolis, se tornou uma das matrizes econômicas que atraem investimentos ao município e gera empregos. Porém, as atividades da mina do Projeto Serra Leste, segundo o que a Vale informou, já alcançaram os limites da cava previstos na licença em vigor. Por esse motivo, funcionários temem que haja uma paralisação e demissão em massa.

Com a ampliação, o Projeto Serra Leste passaria a produzir 10 milhões de toneladas ao ano (mtpa) de minério de ferro, o que geraria até 1.300 empregos diretos e indiretos.

Desde 2017, o governo municipal tem se empenhado em buscar a celeridade da liberação da licença de ampliação do projeto. O prefeito Adonei Aguiar promoveu diversos encontros e contatos com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e com a mineradora Vale para cobrar agilizar a liberação da licença.

Na última reunião realizada em dezembro de 2018, a SEMAS apontou pendências no cumprimento de condicionantes ambientais e na elaboração de Relatórios de Impacto sobre o Meio Ambiente (RIMA) relacionados à ampliação da produção. A Vale se comprometeu em apresentar o mais breve possível os ajustes solicitados por parte da equipe técnica responsável.

Este ano, a gestão municipal esteve em reunião com os novos representantes governamentais e novamente, pediu o apoio do governador Helder em priorizar a liberação da licença.

A Prefeitura tem feito sua parte por cobrar das partes envolvidas as soluções definitivas para a continuidade da operação do Projeto Serra Leste, no município de Curionópolis. Agora é esperado que o Governo do Estado atenda essa justa reivindicação por parte da população curionopolense.

O bloqueio da rodovia continua na manhã desta terça-feira (11), a cada duas horas o fluxo do trânsito é liberado.

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password