Populares que tiveram documentos apreendidos por Samaritano em forma de extorsão, podem recuperar na Delegacia

 

Cidadãos que tiveram documentos apreendidos em blitzes realizadas pelo agente de trânsito do Detran (PA) preso, Diógenes Samaritano, em forma de extorsão, podem se dirigir até a Delegacia de Parauapebas e recuperar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou até mesmo o documento do veículo.

 

Samaritano está preso em Parauapebas

 

A notícia foi dada na tarde de hoje (2) pelo delegado diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil em Parauapebas, Gabriel Henrique Alves Costa, após uma batida policial na residência do agente preso, no bairro Parque dos Carajás, em Parauapebas. Lá, foram encontrados mais de 300 documentos nos três quartos da casa e até na dispensa.

 

 

 

“Na segunda-feira (1), tivemos novamente uma denúncia de retenção de documentação por parte de uma suposta vítima do agente de trânsito preso. Como a chave estava com o poder judiciário e foi apreendida pelo delegado Dufrae Abade, e também foi autorizada pelo juiz que presidiu a audiência de custódia a entrega da mesma para a família da vítima, para que pegassem roupas da criança e pertences pessoais da vítima Dayse Dyana, no momento que a família ia adentrar a casa nós solicitamos a autorização para revistar a residência. Encontramos o documento da pessoa que fez a denúncia, como vários outros. A retenção dos documentos seria uma forma de extorquir os populares. Quem tiver sido vítima deste tipo de procedimento criminoso, pode procurar as autoridades na Delegacia e recuperar seus documentos. Vamos verificar com as vítimas como ocorreu o fato para saber se o crime foi corrupção passiva, compulsão ou prevaricação”, informou o delegado.

Samaritano já havia sido condenado por agressão a esposa morta, e respondia processo por corrupção passiva e abuso de autoridade. Os dois últimos processos estavam em andamento.

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password