Numa resposta rápida a um tiro dado contra homens da Polícia Militar por Leonardo Nascimento dos Santos, de 23 anos, nascido em Dom Eliseu (PA), os policiais reagiram e acertaram fatalmente o jovem acusado de assalto a um motorista de aplicativo recentemente. Toda a situação foi registrada por volta das 23h40 de ontem (9), no Bairro Tropical, em Parauapebas.

Euzimar Nascimento dos Santos, irmã de Leonardo Nascimento, conversou com a equipe do Portal Papo Carajás. “A polícia chegou, bateu na porta, e foi até o quarto do meu irmão, e eu fui para a sala. Acho que ele reagiu e a polícia atirou”, afirmou a mulher. Perguntada pela reportagem se Leonardo usava arma, a mulher disse que não. Ela complementou, “Os policiais afirmaram que ele havia assaltado. Depois eu saí para a casa da vizinha e eles removeram o corpo”.

De acordo o delegado Jailson Lucena da Silva, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência relativa a um assalto, onde um rapaz que trabalha como motorista de aplicativo teve seus pertences pessoais roubados, como cordão e celulares. “O motorista identificou um dos indivíduos que haviam roubado ele num dia anterior. A polícia foi ao local e encontrou um adolescente, que entregou os bens que haviam sido subtraídos e em seguida delatou o comparsa, levando a polícia até a casa do Leonardo. No decorrer da situação, a polícia foi surpreendida por um disparo de arma de fogo e houve o revide, sendo que a PM ceifou a vida dele em defesa da integridade policial”, enfatizou a autoridade.

Na manhã desta segunda-feira (10), a mãe do outro assaltante, um menor de idade, esteve na Delegacia para acompanhar a situação do rapaz. Para a reportagem, ela afirmou que desconhecia que o filho era envolvido em assaltos. “Eu sei que ele é usuário de drogas, mas desconhecia essa acusação de assaltos”, ressaltou.

Comments

comments