Paysandu perde para o Atlético Goianiense e se aproxima do Z4

O Paysandu começou o jogo com as linhas de marcação avançadas. O time de Guilherme Alves conseguiu dificultar a vida do Atlético Goianiense e chegou muito perto de coroar o bom início com um gol. Aliás, faltaram apenas alguns centímetros para isso! Em cabeceio de Renato Augusto, o goleiro Jefferson abusou do reflexo para espalmar com a ponta da luva.

Os níveis de marcação e de ofensividade do Bicola seguiram no máximo e, aos 13, Matheus Silva cruzou da direita, contou com um desvio de Mike e viu a jogada ser finalizada com estilo por Thomaz, que bateu de primeira, quase da marca do pênalti. A bola passou rente ao travessão goiano.

A intensidade bicolor ainda rendeu uma terceira grande oportunidade de abrir o placar. Foi aos 25 minutos, em cruzamento de Pedro Carmona, que Diego Ivo testou de dentro da pequena área e o goleiro Jefferson – bem colocado – praticou verdadeiro milagre. A sobra ainda ficou a dois passos da linha do gol, mas o zagueiro Oliveira espanou para longe.

O gás bicolor acabou e o Dragão cresceu. Ainda aos 26, Julio César arriscou da entrada da área, pela esquerda e a redonda seguiu pela linha de fundo, mas muito perto da trave direita de Renan Rocha. Dois minutos depois, a finalização foi certeira, mas o camisa 1 do Papão apareceu bem. Pedro Bambu recebeu passe na entrada da área e, de frente para a meta, soltou uma pancada. Renan Rocha salvou com o pé direito. Na cobrança rápida do escanteio, cruzamento na área e Oliveira testou na rede pelo lado de fora.

Aos 31, Junior Brandão fez o papel de pivô e, de costas para a marcação, rolou para a chegada do volante Romulo. O garoto de 21 anos calibrou o pé direito e acertou um tubo, que explodiu na trave direita de Renan Rocha. O goleiro bicolor, porém, ganhou destaque mesmo aos 34. O árbitro Rodrigo Batista Raposo (AB/DF) marcou pênalti contra o Paysandu em suposto toque de mão de Diego Ivo dentro da área. João Paulo – o camisa 10 do Dragão – foi para a cobrança e bateu no cantinho esquerdo do goleiro do Papão, que caiu para encaixar a redonda.

2º tempo: Paysandu perde espaço, Atlético avança e faz o gol

Diferente do que ocorreu no início do jogo, quem conseguiu engatar um ataque relâmpago foi o Atlético. O cronômetro marcava os três minutos quando Junior Brandão foi lançado na área e escorou para a chegada de João Paulo. O camisa 10 – que vinha sendo perseguido com vaias da torcida por conta do pênalti perdido – bateu fraco de frente para Renan Rocha, que só cortou pela linha de fundo.

O Paysandu conseguiu responder cinco minutos depois, em lançamento de Pedro Carmona para a saída em velocidade de Mike. O atacante do Papão entrou na área e driblou o goleiro Jefferson, mas, no momento do arremate, foi surpreendido pelo corte preciso do zagueiro Oliveira.

Parecia que o jogo continuaria no famoso ‘Lá e cá’. Parecia! Aos 12 minutos, outra bola levantada na área do Papão e o centroavante Junior Brandão foi no segundo andar, por trás da marcação de Diego Ivo, para testar no ângulo direito de Renan Rocha e abrir o placar.

O Bicola precisava se jogar ao ataque para buscar o empate. O técnico até fez isso e tirou o volante Nando Carandina para promover a estreia do centroavante Lúcio Flávio, só que o time de modo geral cansou. Os donos da casa, inteiros em campo, pressionaram e quase ampliaram aos 14. No lance, Junior Brandão recebeu dentro da área novamente e só não levou mais perigo porque Diego Ivo surgiu para afastar a redonda.

O jogo seguiu em ritmo cada vez mais favorável ao Dragão. No finalzinho, o Paysandu ainda tentou assustar, porém sem sucesso. Aos 45, Pedro Carmona cruzou para Moisés na pequena área e viu o baixinho cabecear totalmente sem direção. Dois minutos depois, Thomaz recebeu no mesmo lugar e chutou, mas foi travado pelo zagueiro Gilvan.

Ficha técnica (Atlético/GO 1 x 0 Paysandu)

Paysandu – Renan Rocha; Matheus Silva, Diego Ivo, Edimar e Diego; Nando Carandina (Lúcio Flávio), Renato Augusto, Pedro Carmona e Thomaz; Claudinho (Magno) e Mike (Moisés). Técnico: Guilherme Alves

Atlético/GO – Jefferson; Alisson, Lucas Rocha (Gilvan), Oliveira e Bruno Santos; Pedro Bambu, Rômulo e João Paulo (Fernandes); Júlio César, André Luís (Mascarenhas) e Junior Brandão. Técnico: Cláudio Tencati

Gol: Junior Brandão 12’/2ºT (Atlético/GO)

Cartões amarelos: Rômulo, João Paulo e André Luís (Atlético/GO); Nando Carandina e Magno (Paysandu)

Local: Olímpico Pedro Ludovico (Goiânia/GO)

Hora: 21h30

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo – AB/DF

Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior – AB/DF e Luciano Benevides de Sousa – AB/DF

Público pagante: 1.050

Renda: R$ 21.850,00

 

 

Fonte: ORM

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password