Parauapebas se torna campo fértil de empregos fomentados pelas iniciativas privada e pública

Parauapebas está respirando novos ares neste verão amazônico, e não estamos falando da fumaça das queimadas, são ares de novos empregos, novas oportunidades na região, sejam elas vindas da iniciativa privada, ou proporcionadas pelas iniciativa pública.

 

Vale está disponibilizando vários empregos para Parauapebas

Recentemente, a mineradora Vale disponibilizou para a cidade mais de 300 oportunidades de emprego, isso sem calcular vagas das cidades vizinhas – Canaã dos Carajás ou Curionópolis – , que de uma maneira ou de outra, também fomentam a economia local. Terceirizadas também estão dando sua parcela de contribuição, assim como o mercado local, que aquecido, trabalha forte na expansão e construção de mais empreendimentos.

 

Assaí, em breve, vai começar a funcionar na cidade com mais de 200 empregos distribuídos

Recentemente a rede Matheus Atacadista e Assaí anunciaram mais vagas de emprego. Os dois empreendimentos já estão trabalhando na construção de duas mega lojas, que devem render aproximadamente 500 empregos diretos em Parauapebas.

O Sine de Parauapebas também tem destinado várias vagas de emprego para Parauapebas. Com o crescimento na economia local, lojas de varejo, restaurantes e micro empresas estão precisando de mão de obra urgentemente. Vagas de ASG, fiscal de lojas, borracheiro, entregador, montador de móveis e outras estão sendo ofertadas com frequência.

DA INICIATIVA PÚBLICA

Neste ano, Parauapebas se tornou uma cidade palco de várias obras que estão realizadas pela Prefeitura Municipal. Empresas que ganharam licitações para desenvolver os projetos no município são obrigadas a contratar mão de obra local. Pedreiros, carpinteiros, ajudantes, mestres de obras, operadores de máquinas pesadas, topógrafos e até engenheiros.

Quase que simultaneamente, são mais de 10 obras de extrema importância sendo realizadas em tempo real, como a rede esgoto e pavimentação da Avenida Brasil, no bairro Parque das Nações; duplicação da Rua 8 e formação do estacionamento da Rua Belém, bem como a duplicação da mesma via com implantação da rotatória; ponte do bairro Brasil Novo, que já foi inaugurada; rotatória da Rua E, próximo a construção do Assaí Atacadista; implantação de bloquetes em Ruas do alto do Liberdade II; construção de residências populares e muito mais. São mais de 400 empregos gerados.

 

Duplicação da Rua 8, bairro Primavera

 

Ponte do Novo Brasil já foi inaugurada

 

Avenida Brasil – Parque Nações

Recentemente, a Prefeitura anunciou obras no Igarapé Lajeado, que compreende boa parte de áreas de risco de Parauapebas, que já foram mapeadas e desocupadas. Os moradores que saíram dos locais foram cadastrados e a PMP vai indenizá-los.

O projeto foi montado pelo Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem, Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap) e aprovado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), instituição que deve financiar as obras.

“O Prosap é um programa municipal macro, que vai gerar mais qualidade de vida para a população por meio de obras de melhorias nas bacias dos Igarapés Ilha do Coco, Lajeado, Guanabara e Chácara das Estrelas. As obras serão executadas ao longo de seis anos com recursos do município e também de entidades financiadoras”, explicou Cleverland Carvalho, coordenador de Projetos Especiais e Captação de Recursos da Prefeitura de Parauapebas.

“Boa parte das obras no Igarapé Ilha do Coco deve ser financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), já as obras que serão realizadas no Igarapé Lajeado e que beneficiarão mais de 500 famílias diretamente, devem ter o aporte financeiro do BNDES”, acrescentou Cleverland.

Serão mais empregos acrescentados em Parauapebas, gerando mais distribuição de renda e fomento da economia local.

 

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password