Parauapebas sofre a 3ª derrota no Paraense, envergonha em pleno Rosenão e está na lanterna

Parece ser comum a sequência de derrotas do Parauapebas Futebol Clube. Após a goleada vergonhosa sofrida contra o Bragantino em pleno Rosenão por 4 a 2 pela 5ª rodada do Parazão, o fraco Gigante de Aço envergonha a torcida diante do Paysandu de Belém. O Papão papou, com facilidade, o time parauapebense por 2 a 1 na fria tarde deste sábado (17).

Parece que nada está dando certo para o time da capital do minério. O time não tem organização alguma, não tem agressividade, um elenco fraco e com investimento, na pior das hipóteses, considerado bom para os parâmetros do Campeonato Paraense. São mais de R$ 700 mil aplicados no Gigante.

Como se isso não bastasse, o Parauapebas não tem uma boa relação com a imprensa, que por sua vez, distante, observa o presidente Uai “coçar a cabeça” com os péssimos resultados. Vale ressaltar que o mesmo presidente, inclusive, já barrou repórteres locais que tentavam cobrir as partidas do Parazão no Rosenão. Mas falando em desempenho do PFC, são três derrotas, duas em casa, dois empates e uma vitória, o que deixa a equipe de Parauapebas na lanterna do Grupo A2 do Paraense. Campanha pífia até o momento.

O jogo

Logo na primeira etapa, o time de Leo Goiano já demonstrava a falta de organização e sofria com os ataques do Paysandu, que com a volta de Dado Cavalcanti ao comando do bicolor, se demonstrou mais organizado e sempre levava perigo ao gol do Parauapebas. Logo aos três minutos, o time de Belém teve um gol anulado após cobrança de escanteio. O juiz alegou falta de ataque.

Aos 15 minutos, o Parauapebas chegou pela primeira vez ao ataque. Luiz Fernando recebeu um cruzamento de Jhon Leno e mandou uma bomba, tirando tinta da trave do Paysandu.

Já passava dos 20 minutos, quando o óbvio acontece. Cassiano recebe a bola de Moisés e manda uma bomba contra o gol de Bruno. Uma pancada indefensável e Paysandu 1 a 0. O Parauapebas teve uma ótima oportunidade de empate aos 40 minutos, mas antes que o gol do PFC aconteça, a zaga adversária afasta o perigo.

O primeiro tempo se encerra com o placar de 1 a 0 para a equipe visitante.

2º tempo

O jogo recomeça e o Parauapebas parece não ter entendido a necessidade da vitória perante os mais de dois mil torcedores que estava no Rosenão para prestigiar a equipe. O Parauapebas voltou com a mesma apatia e o Paysandu estava se sentindo em casa.

O jogo seguia com investidas do Papão e o Parauapebas, todas as vezes que tentava subir ao ataque, não levava perigo algum a equipe bicolor. Aos 43 minutos da segunda etapa, o Papão chega ao segundo gol, Moisés chuta e a bola fica na grande área, Fábio Matos aproveita a confusão e enche o pé para fazer 2 a 0.

Já no finalzinho da partida, o Parauapebas consegue marcar após cobrança de escanteio. Gilberto foi o autor do gol. Fim de papo no Rosenão e mais uma derrota para o PFC. O time do Parauapebas agora terá tempo para tentar acertar a casa, haja vista que só joga na noite de terça-feira (27), às 20h30 no Rosenão, contra o Cametá.

(Texto: Vinicios Nogueira/ Fotos: Anderson Souza)

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password