Durante este sábado (23), as redes sociais de Parauapebas foram abaladas por um vídeo impactante de uma mãe denunciando supostos maus tratos por parte de um médico identificado como Edivaldo. O vídeo foi registrado em frente a própria Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Cidade Jardim.

 

 

Na gravação, realizada por meio do próprio celular, a cidadã alega que estava com a filha menor de idade bastante doente desde a madrugada de sábado. Com a demora no atendimento na unidade de saúde, a mulher chegou a reclamar com o médico, que irritado, discutiu com ela e até acionou a Polícia Militar para retirá-la da UPA. O fato repercutiu negativamente. Assista o vídeo!

 

Diante da situação, o prefeito Darci Lermen também gravou um vídeo e demonstrou total indignação diante do absurdo. “Vou tomar providências para que isso não volte a acontecer com nenhum cidadão de Parauapebas. Quem fez isso vai ter que pagar”, finalizou o prefeito. Assista o vídeo

 

 

Na tarde deste sábado, por meio de uma nota emitida pela Assessoria de Comunicação (Ascom), a Prefeitura Municipal de Parauapebas se posicionou sobre o caso. Leia abaixo.

 

 

Nota à imprensa

A Prefeitura de Parauapebas informa que após tomar conhecimento sobre denúncia relacionada ao atendimento a uma usuária na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), tomou todas as providências para instalar no próximo dia útil, segunda-feira, 25, uma comissão de sindicância que irá apurar o caso.

Em se tratando de conduta profissional inadequada por qualquer profissional da unidade, a Secretaria de Saúde (Semsa) tomará as medidas pertinentes imediatamente.

A Prefeitura de Parauapebas reforça que promove regularmente treinamentos e capacitações para profissionais de saúde com boas práticas para  perfeiçoar o atendimento e torná-lo cada vez mais de fato humanizado.
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Comments

comments