Em Parauapebas, jovem desaparecido é encontrado com a cabeça apartada do corpo

 

Mais um crime bárbaro é registrado em Parauapebas na manhã desta sexta-feira (17), no bairro Tropical. O jovem Joermes Rodrigues de Sousa, de apenas 17 anos, que estava desaparecido desde terça-feira (14), foi encontrado em uma área erma, com a cabeça apartada do corpo e ferida por vários golpes de faca. A suspeita é de que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas.

 

Cabeça da vítima foi apartada do corpo

 

A vítima em foto de documento

 

 

A reportagem do Papo Carajás conversou com Deuzimar Alves, pai de criação da vítima. Ele relatou que Joermes Rodrigues saiu de casa na noite de terça-feira (14) dizendo que ia até um comércio próximo para comprar uma bolacha. “Ele saiu e disse que voltaria logo, mas logo desapareceu. Hoje de manhã decidi procurá-lo por aqui por perto, já pensando no pior, foi quando vi uns urubus, vim pro rumo deles e me deparei com ele morto, com a cabeça fora do corpo”, disse Deuzimar, acrescentando que passado aquela noite começou a suspeitar que algo de ruim havia ocorrido com o filho e registrou ocorrência na Delegacia na quinta-feira (16), comunicando o desaparecimento.

 

 

“Ele andava com más companhias, mas eu não sabia se usava droga ou não. Eu sempre quis que ele tomasse um outro rumo na vida, escolhesse os caminhos de Deus, mas deu preferência a Satanás, infelizmente. Nesse momento eu me apego à Deus, para que eu não fique desesperado com uma situação como essa”, concluiu Deuzimar.

O corpo e a cabeça de Joermes foram encontrados em começo de estado de decomposição. O caso chocou moradores das proximidades.

MAIS UM CASO

Na quarta-feira (15), Parauapebas ficou estarrecida com a execução sumária da jovem Maria Eduarda, de apenas 16 anos, morta cruelmente por integrantes da facção Comando Vermelho. Leia a matéria sobre o caso http://papocarajas.com/parauapebas-comando-vermelho-assassina-jovem-apenas-16-anos/

Dois dias depois, os parauapebenses se deparam com mais um crime com fortes indícios de crueldade. Que tristeza!

 

 

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password