O cabeleireiro Ari Ribeiro, mais conhecido como Arielza, foi encontrado morto ainda pouco em sua residência localizada na Avenida Santa catarina, bairro Liberdade I.

Ari era bastante conhecido em Parauapebas e ativista do movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros (LGBT).

 

 

Arielza foi encontrada morta dentro de uma banheira com a cabeça na água. A polícia acredita que a vítima tenha sido vítima de vários golpes no corpo, provavelmente de faca, que primeiramente teriam sido acertados pelo assassino (s) ainda na sala da casa. Pela cena do crime, acredita-se que Arielza tenha sido morta ainda na noite de ontem (22), ou na madrugada de hoje (23).

 

Corpo estava dentro de uma banheira, com a cabeça imersa na água

 

“Arielza” é bastante conhecida em Parauapebas

 

 

A polícia está no local e preserva a cena do crime para a chegada de funcionários do Instituto Médico Legal (IML) e Polícia Civil. Ela foi encontrada por uma vizinha, proprietária do estabelecimento, onde também funcionava o salão de beleza de Arielza.

O Papo Carajás vai divulgar mais informações logo mais.

Comments

comments