A mulher, identificada como Lindomar Ferreira Lopes, foi brutalmente assassinada pelo próprio companheiro a golpes de terçado, em mais um caso de feminicídio no Pará, desta vez, em Barcarena, no nordeste do estado. O crime foi na madrugada desta terça-feira (05), e o homem acusado de cometer o assassinato segue foragido.

O tenente Porto, oficial do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM), vinculado ao 9º Comando de Policiamento Regional (CPR IX), disse que o filho da vítima é a principal testemunha do crime. Segundo o rapaz, era por volta de 3h da madrugada quando a PM foi acionada para a casa na Rua Manoel Nogueira, bairro Renascer em Cristo. Chegando ao local, os policiais se depararam com a mulher morta no chão, embaixo da rede onde dormia todas as noite, com a pequena sala da casa coberta de sangue.

 

 

O autor do crime seria Joás Costa Pantoja, também conhecido como “Índio”, companheiro de Lindomar. Segundo o filho da mulher, o casal estava na residência e tiveram desentendimentos. Quando a briga fugiu de controle por causa da fúria do homem, ele desferiu golpes de terçado na vítima, que não resistiu ao inúmeros ferimentos.

“Fizemos incursões durante toda a manhã. Recebemos a informação que ele tinha ido para uma casa, em Itupanema, para se esconder, e fomos para lá. Contudo, não o encontramos. Em seguida, uma pista indicava que o homem pegou uma moto e foi para Abaetetuba”, disse o tenente Porto. Até o momento, o paradeiro do suspeito segue desconhecido.

 

 

 

Fonte: ORM

Comments

comments