Rosa Rivera, de 28 anos, foi presa após esfaquear a filha, de 11 anos, no condado de Orange (Flórida, EUA).

De acordo com a polícia, o crime foi motivado porque a mãe da menina queria “evitar que ela fizesse sexo com outros homens”. Ao perceber que a filha “sorria de modo diferente”, a mãe pensou que a menina estava vivendo algum relacionamento sexual. A vítima foi golpeada várias vezes dentro de um carro.

 

 

Segundo o “Orlando Sentinel”, a menina tinha 15 ferimentos, a maioria nas costas. Ela não resistiu aos ferimentos.

 

 

Testemunhas que ouviram a discussão, afirmaram que a menina negou já ter feito sexo. Na delegacia, a mãe disse aos policiais que a filha “está agora no paraíso”. A polícia investiga se a menina era vítima de abuso sexual.

 

 

 

 

(Com informações do Extra)

Comments

comments