Era por volta das 11 horas da manhã deste domingo (10) quando profissionais do Corpo de Bombeiros foram acionados para o resgate de um cadáver encontrado no córrego Sebosinho, na Rua Rio Caveira, próximo bairro Casas Populares II, em Parauapebas. O achado ocorreu por meio de uma moradora, que avistou o corpo e depois pediu ao filho para ver se era verdade.

O Subtenente Dos Santos, Sargento comandante socorrista Constantino e soldados Braga, Danilo e Ismael Carlos foram até o local e constataram a veracidade do caso. Os bombeiros montaram uma estratégia e resgataram o corpo de uma área erma e de difícil acesso.

O que espantou os profissionais foi o fato do corpo pertencer a uma mulher, grávida aproximadamente de 7 meses. Ela já estava em estado de decomposição, inchada, e não deu para identificar a idade, tampouco a identidade da vítima. De acordo com informações repassadas pela guarnição ao Papo Carajás, não foi encontrado nenhum ferimento provocado por qualquer tipo de perfuração e aparentemente, ela não tinha marcas de violência pelo corpo, tampouco se sabe se fora estrangulada ou tenha sido vítima de afogamento.

Policiais Civis e Militares estiveram no local colhendo mais informações. A vítima estava com uma roupa de semelhante uso de um açougueiro.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), que deve descobrir a causa da morte.

Comments

comments