O pedreiro Luis Nonato dos Santos, 49 anos de idade, foi executado com quatro tiros disparados por dois indivíduos usando capacetes amarelo em uma moto Bros preta.

O crime aconteceu por volta das 07h30, da manhã de terça-feira, 28, na rua Belém 489 com a rua 10, bairro Primavera, Parauapebas.

Luis não teve chances contra a saga de matar da dupla criminosa

Conforme informações apuradas pela reportagem, a vítima havia acabado de chegar no local para trabalhar. Ele sentou em uma mureta na frente da casa e mexia no celular, instante em que a dupla chegou e efetuou os disparos fatais.

Luis Nonato residia na rua 8, Chácara do Cacau, bairro Primavera.

A filha da vítima se desesperou ao saber da execução do pai: “Meu Deus, mataram meu pai”, gritava a criança.

 

(Caetano Sillva)

Comments

comments