A Delegacia de Homicídios da Polícia Civil começou a investigar um duplo assassinato ocorrido no último final de semana em um quarto nos fundos de um bar em Marabá, sudeste do estado. As vítimas foram identificadas como Alessandro Alves da Silva, de 38 anos, e uma adolescente de 15 anos. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por disputa de ponto de venda de drogas entre facções rivais.

O casal estava no quarto quando quatro homens entraram no bar, mandaram que todos deitassem no chão e em seguida foram para os fundo do estabelecimento, onde estava o casal. Os suspeitos dispararam várias vezes contra as vítimas, que morreram na hora.

Alessandro levou quatro tiros, enquanto que a garota foi baleada na cabeça. Eles morreram na hora. Os assassinos fugiram em automóveis e motocicletas que estavam em frente ao bar. Alessandro já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas e contra ele também tinha um mandado de prisão preventiva em aberto.

MANDADO

“A Delegacia de Homicídios no ano passado tentou executar esse mandado de prisão contra o Alessandro, só que ele conseguiu fugir pulando o muro de sua casa”, informou o delegado Ivan Pinto.

O policial acredita que a jovem tenha sido morta por estar acompanhando o acusado. “Acreditamos que a motivação do crime foi à disputa de drogas entre facções rivais, já que o Alessandro era do Comando Vermelho e acreditamos que foram pessoas ligadas ao PCC que o mataram”, complementou o policial civil.

 

 

(Alessandra Gonçalves/Diário do Pará)

Comments

comments