Pela manhã desta quinta-feira (10), o oficial Major Gledson Santos nomeado recentemente comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar, que abrange Parauapebas, Eldorado do Carajás, Canaã dos Carajás e Curionópolis, concedeu uma breve entrevista para o Portal Papo Carajás, onde detalhou a satisfação de retornar a trabalhar na região e a maneira como pretende diminuir a criminalidade.

Os parauapebenses mais antigos lembram de Gledson ainda como Tenente, um oficial aguerrido, com trabalho de combate ao tráfico, ostensivo nas ruas e também comandou com eficiência o Grupo Tático Operacional (GTO). Sobre isso, Gledson relembrou que trabalhou por 14 anos em Parauapebas e passou pelos demais destacamentos que compõem o 23º Batalhão. “Trabalhei 14 anos nessa região, servindo o 23º Batalhão, depois passei quatro anos em São Félix do Xingu, um município de grande proporção territorial que me acolheu muito bem, mas confesso que fico feliz em retornar a Parauapebas. O município é outro, bem maior e mais estruturado, mas vamos trabalhar com afinco, conheço muito bem a tropa daqui e sei que teremos grandes avanços”, disse o Major.

Gledson enfatizou que a polícia vai trabalhar mais forte nos bairros de Parauapebas com maior índice de criminalidade e aplicar o Programa Educacional de Resistência a Droga e Violência (Proerd) em comunidades mais afastadas, com menor índice de renda e instrução e, naturalmente, mais vulnerável ao tráfico de drogas, como o distrito de Serra Pelada, em Curionópolis.

O comandante também alertou sobre a proximidade da polícia com a comunidade para que o trabalho seja melhor desenvolvido. “Qualquer cidadão de bem que queira visitar o nosso Quartel, enfatizo que a nossa base estará de portas abertas. Receberei com imenso prazer o cidadão que quer conhecer o trabalho da polícia e cooperar para o bom andamento do município. Iremos combater fortemente os crimes de roubo a celulares, veículos e demais bens. Blitz serão realizadas para encurralar os ladrões de moto. Acredito na baixa da criminalidade, tanto eu, como subcomandante Major Emmett, temos o mesmo pensamento”.

Quando o assunto foi o trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar, Gledson afirmou que esse trabalho vai continuar, dando destaque a amizade que ele tem com o delegado Gabriel, nomeado o novo diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil. “Eu e Gabriel trabalhamos juntos em São Félix do Xingu e mesmo sendo um município de grande expansão territorial, desenvolvemos um ótimo trabalho. Vamos trabalhar em sintonia para que esse trabalho se repita em Parauapebas”.

 

 

Da Redação

 

 

Comments

comments