Mãe afirma reconhecer ossada do filho encontrada às proximidades do aterro sanitário

Uma ossada humana foi encontrada aos arredores do aterro sanitário de Parauapebas nesta terça-feira (4). Ao saber do fato, compareceu a Delegacia de Polícia Civil em Parauapebas, a senhora Tomasia dos Santos Costa afirmando que reconheceu os restos mortais do filho Artur Fernando Costa Silva, nascido em São Luis (MA), pelas vestes e uma pulseira de plástico que a vítima gostava de usar.

Apesar do reconhecimento, o Instituto Médico Legal (IML) vai fazer o exame de DNA para comprovar se a ossada pertence de fato a Artur Fernando.

Em depoimento prestado à Polícia Civil, Tomasia dos Santos ressaltou que o filho era usuário de drogas e roubava para manter o maldito vício. Ela também afirmou que Artur Fernando andava com más companhias e havia saído da cadeia em fevereiro de 2017 após ser preso por roubo.

Artur Fernando estava desaparecido desde 26 de junho deste ano. No bolso da bermuda encontrada presa aos ossos, foram encontrados anéis, pulseiras e colares femininos. A polícia acredita que são produtos de roubo.

 

 

Reportagem de Caetano Silva e texto de Vinicios Nogueira

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password