“Lourão” é morto na cama, em Parauapebas

O catador de ferro velho Gleiton de Sousa Porto, 30 anos de idade, mais conhecido por “Lourão”? que residia na área de invasão do bairro Nova Carajás,
foi assassinado com dois tiros de pistola ponto 40, na cabeça.

De acordo com levantamentos da polícia, o crime aconteceu por volta das 00h20 de quarta-feira, 26, no interior do cômodo onde funcionava uma lan house. A investigação da polícia revela que o crime foi praticado por dois indivíduos que chegaram ao local em uma moto de cor placa e modelo não anotadas. A vítima já estava dormindo quando os assassinos teriam chegado e arrebentado a porta, executando “Lourão” ainda na cama.

A policia trabalha com a hipótese de acerto de contas, uma vez que Gleiton Sousa esteve envolvido em alguns delitos ilícitos, porém vinha tentando se regenerar. No local, moradores também comentaram que Lourão foi morto por denunciar para a polícia alguns traficantes que atuam naquela área. “Ele sabia e falou de mais, por isso foi assassinado”, relatou uma moradora.

Lourão na posição em que foi encontrado morto

Embora o crime tenha ocorrido na madrugada, somente por volta das 07h00 da manhã a polícia e IML foram informados. Até o fechamento desta matéria, a polícia ainda não tinha informações que possam levar ao paradeiro dos criminosos. Está a disposição o número de telefone 181, para que a população auxilie denunciando autores de crimes dessa natureza. Ligue, denuncie!

 

 

 

Caetano Sillva

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password