A segunda vítima do atentado criminoso de elementos do carro prata, no último sábado (4), foi identificada ontem (7). Trata-se do jovem maranhense Reginaldo Silva Vieira, de 20 anos, nascido em São João do Caru (MA), mas que morava recentemente na cidade de Santa Inês (MA).

Segundo informações colhidas pela reportagem do Portal Papo Carajás, Reginaldo Silva havia chegado a pouco tempo na Capital do Minério para trabalhar. Na tarde de sábado, a vítima estava acompanhada de Tarcísio Barros Queiroz, 21 anos, quando foi surpreendida pelos criminosos do carro prata e assassinada tiros junto ao colega na Rua das Mangueiras, Bairro Nova Vida II, em Parauapebas. Tarcísio era usuário de drogas, já Reginaldo, a reportagem tomou conhecimento que se tratava de uma pessoa trabalhadora, sem vício em drogas. A polícia acredita que ele tenha sido executado por estar junto de Tarcísio, na hora e lugar errados.

Cena do local do crime quando as vítimas eram atendidas

A família de Reginaldo mandou uma procuração para Parauapebas enviada a Funerária Araguapax para que o empreendimento atuasse como intermediador dos procedimentos de retirara do corpo do Instituto Médico Legal (IML) em Parauapebas. A mesma funerária também efetuará o transporte do corpo até a cidade de Santa Inês, onde ocorrerão o velório e enterro.

 

 

 

Comments

comments