Helder Barbalho visita Parauapebas e anuncia parceria para restruturação das famílias desabrigadas

O ministro Helder Barbalho da Integração Nacional esteve em Parauapebas na tarde desta segunda-feira (12) e visitou áreas alagadas mapeadas pela Defesa Civil da cidade. A autoridade anunciou a parceria do Governo Federal com a Prefeitura Municipal para que o projeto de reconstrução da normalidade dos parauapebenses seja colocado em ação o mais rápido possível.

Barbalho informou que o prefeito Darci Lermen já decretou estado de emergência do município e ressaltou que na quarta- feira de cinzas (14) o Ministério da Integração Nacional já estará homologando o pedido. “Me solidarizo com os que perderam seus bens, quero transmitir minha solidariedade. quero concretizar a parceria do Governo Federal e Governo Municipal para com essas famílias. Temos um grande projeto estruturante para esta região e que já foi aprovado em Brasília pois a prefeitura solicitou para a reurbanização de toda essa área, em paralelo a isto a prefeitura já adquiriu os lotes para as famílias que moram em condições subumanas nestas áreas”, informou o ministro, enfatizando o projeto de entrega de lotes para as famílias de Parauapebas que vivem em áreas de risco.

Ministro Helder e prefeito Darci checaram de perto as péssimas condições dos populares

Helder falou que neste momento as chuvas deram uma diminuída, mas sabe do período chuvoso que ainda está por vir. “Sabemos que esta época as chuvas castigam o nosso Estado, a região sudeste do nosso amado Pará. As nossas equipes da Defesa Civil Nacional e Municipal estão trabalhando juntas para trazer a normalidade para estas cidades, tanto na zona urbana, como na zona rural, pois sabemos que a zona rural teve a situação alterada, prejudicando a escoação da produção agrícola e transporte de alunos. Estamos aqui para ouvir vocês e vamos juntos trabalhar para a reconstrução de tudo que traga a normalidade dos nossos irmãos paraenses”, finalizou o ministro.

Barbalho e equipe já haviam visitado os municípios de Xínguara e Conceição do Araguaia, que estão na mesma situação de Parauapebas.

Texto: Vinicios Nogueira/ Fotos: Matheus Costa

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password