Em audiência de conciliação realizada nesta sexta-feira (27), em Belém, na Sede do Tribunal de Justiça do Estado, mediada pela desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, com a presença do secretário de educação Raimundo Oliveira Neto, o chefe de Gabinete Edson Bonetti e seus advogados, bem como a presença do representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (SINTEPP), Rosemiro Larêdo Fiel e advogados, ficou acordado o fim da greve.

A proposta de volta dos professores as salas de aulas da rede pública de ensino em Parauapebas, foi aprovada em audiência na tarde desta sexta-feira (27) no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup). Os educadores concordaram com a pauta de conciliação e o fim da greve está decretado. Nesta próxima segunda-feira (30), todos os estudantes podem voltar às aulas.

Entre as pautas de acordo para o fim da greve está que, os dias de paralisação não serão descontados em filha salarial dos professores pela Prefeitura de Parauapebas. O PCCR já foi enviado à Câmara Municipal para avaliação. Não haverá multa ao Sintepp e o calendário escolar será reformulado.

Com o fim da greve, 48 mil alunos estarão de volta as salas de aula, de onde nunca deviam ter saído.

Comments

comments