Faleceu na manhã desta terça-feira (15), em Chapecó (SC), acometido de câncer, Gervásio Antônio Morás, 71 anos de idade, um dos pioneiros e baluartes da emancipação do município de Parauapebas. O sepultamento será em Santa Catarina.

Oriundo do Sul do país, Gervásio Morás chegou a Parauapebas na década de 70, a chamado do Exército Brasileiro, para trabalhar na Funai na construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí.
No início da década de 80, Gervásio foi convidado a gerenciar o fornecimento de derivados da panificação para atender ao Projeto Carajás, época em que construiu a primeira padaria da cidade, Pão da Serra, e fixou residência com a esposa Salete Ogliari Morás e os filhos Gervásio Morás Júnior e Dagoberto Morás.

Gervásio Morás foi o primeiro secretário municipal de Administração, na gestão do então prefeito Faisal Salmen, e secretário municipal de Agricultura, no governo da prefeita Bel Mesquita.
Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas desta terça-feira (15), o presidente da Casa legislativa, vereador Luiz Castilho, pediu um minuto de silêncio pela morte do pioneiro Gervásio Morás.

À família enlutada, nossas condolências pela perda irreparável do ente querido.

 

 

 

Texto: Waldyr Silva

Comments

comments