Em nota recente a imprensa, a mineradora Vale afirmou que ainda não detectou contaminação por parte do Covid-19 (coronavírus) em algum funcionário que trabalha na área de Parauapebas.

Contudo, o Portal Papo Carajás, recebeu a informação que a empresa está adotando medidas para prevenir uma possível infestação do vírus aos empregados, consequentemente, as medidas também foram ordenadas a empresas terceirizadas da Vale.

No atual contexto, já se tem funcionários trabalhando em casa. Alguns empregados de terceirizadas estão desenvolvendo suas atividades em Parauapebas.

Não se trata de um quadro de infestação confirmado, mas a mineradora está prevenindo.

Nesta manhã, a Vale emitiu uma nota ao portal informando sobre as medidas de prevenção que estão sendo tomadas. Leia!

Vale adota trabalho remoto para atividades administrativas como medida preventiva em diversos locais do mundo

Em função da pandemia do Coronavírus (COVID-19), a Vale informa que, a partir desta segunda-feira (16/3), empregados cujas funções são elegíveis a home office, no Brasil e em outras localidades ao redor do mundo, passam a trabalhar remotamente. Na sede, no Rio de Janeiro, 1.800 empregados podem começar a trabalhar a partir de hoje em home office. A recomendação é que trabalhem nos prédios apenas o número mínimo de pessoas para manutenção de serviços essenciais.

A empresa ressalta que se trata de medida preventiva, com o objetivo de garantir a segurança dos empregados e da sociedade em geral, reduzindo a circulação de pessoas em um mesmo ambiente, além da exposição a ambientes coletivos como ônibus, metrô e elevadores.

Alguns escritórios da empresa no mundo já estavam operando em regime de home office, como China, Japão, Cingapura e Suíça. Cada região tem um regime específico de trabalho remoto, de acordo com a realidade local. O escritório em Toronto também iniciou o home office a partir de hoje.

Seguem ainda canceladas ou postergadas até novo aviso as viagens não-essenciais internacionais e domésticas, valendo o mesmo para eventos. Também foi criado um Plano de Preparação e Resposta e específico para o COVID-19, que estabelece níveis de gravidade e ações específicas bem definidas. As ações decorrentes da pandemia estão sendo geridas por uma estrutura de comitês regionais e executivo, criados especialmente para garantir a segurança de todos.

Desde o final de janeiro, a Vale vem tomando todas as medidas necessárias para apoiar a prevenção do COVID-19 em seus locais de trabalho. Globalmente, a empresa cumpre os protocolos de saúde e segurança estabelecidos pelas autoridades e agências de cada país e as ações determinadas pelo plano interno de preparação e resposta à pandemia – o que for mais restritivo – e monitora de perto o desdobramento da situação.

Globalmente, a Vale tem aproximadamente 110 mil empregados próprios e terceiros.

Comments

comments