Rivalidade de integrantes de supostas facções vem sendo o grande motivo para execuções de jovens na Capital do Minério. No início da noite desta quinta-feira (30), Antonio Wesley Pereira da Silva, 21 anos, nascido em Campo Maior (PI), foi  executado a tiros enquanto empinava pipa em uma área do Saaep (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Bairro Liberdade II.

O crime seguiu o procedimento de quase todos os homicídios de Parauapebas. Dois homens chegaram em uma motocicleta, o da garupa disparou contra Antonio Wesley por cinco vezes, acertando-o com dois tiros.

Testemunhas relataram a polícia que a vítima ainda tentou correr, mas logo caiu morto em uma área de terra.

Os policiais souberam que o rapaz pertencia a uma suposta facção criminosa.

 

 

 

Comments

comments