Em entrevista a este portal de notícias na manhã desta sexta-feira (30), horas depois o achado macabro do corpo da filha Jaqueline Santana da Silva, de 24 anos, dona Carmen Santana da Silva, mãe da vítima, afirmou que quer justiça.

“Quero justiça, que a polícia trabalhe no caso e apresente uma solução. Quero que ele – Tonim – pague pelo o que fez. Meu coração está mais triste ainda, na situação que vi minha filha não desejo para meu pior inimigo”, enfatizou Carmen.

 

Carmen Santana, mãe da vítima

A jovem Jaqueline deixa dois filhos órfãos de mãe, uma filha de quatro anos que ainda não sabe da morte cruel da mãe e um menino de 12 anos.

Ainda nesta manhã de sexta, profissionais do IML realizavam os últimos exames para a liberação do corpo a família.

 

 

 

Comments

comments