Cinco PMs são presos por corrupção em Novo Progresso (PA)

Cinco policiais militares que atuavam em Novo Progresso, sudoeste paraense, foram presos e outros três investigados tiveram seus telefones celulares apreendidos por força de mandato judicial na manhã desta terça-feira (18). As ordens de prisão preventiva e busca e apreensão foram cumpridas após os suspeitos serem denunciados por envolvimento com crime de corrupção e extorsão. O caso ainda é investigado pela 1ª Promotoria de Justiça Militar do Ministério Público do Estado (MPPA).

O caso foi denunciado ao Ministério Público Militar por um policial, que relatou a conduta inadequada dos colegas no município. Os PMs receberiam dinheiro de contrabandistas, principalmente, de cigarros. Os PMs reclamavam de que alguns colegas se recusavam de participar do conluio. Um dos acusados, identificado como cabo Francisco, teria dito em conversa telefônica que não aceitava “ter que brigar para ganhar dinheiro” e que estava tentando convencer os outros policiais a entrarem no “esquema”.

Após a denúncia e investigação, uma operação levou os policiais acusados para Itaituba nesta terça-feira (18) onde a justiça manteve a prisão dos acusados após serem ouvidos. Ainda na manhã de ontem, em um avião, os cinco praças foram trazidos de Itaituba para Belém. Eles já estão presos preventivamente no presídio Coronel Anastácio das Neves, em Americano, em Santa Izabel do Pará. Três oficiais militares da Corregedoria e dois promotores do MPPA participaram da prisão dos cinco praças

Os acusados foram presos por concussão, que é o ato de exigir, direta ou indiretamente, vantagem indevida, e corrupção passiva. Em nota, a Polícia Militar informou que a investigação está sob sigilo e responsabilidade direta do Ministério Público do Estado com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar.

 

 

Fonte – ORM

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password