A morte cruel de um recém-nascido deixou o país chocado na última sexta-feira (23). A criança foi esquartejada e as partes do corpo dela foram encontradas em diferentes lugares na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O bebê tinha apenas uma semana de vida.

 

De acordo com informações da polícia local, a cabeça estava em um terreno abandona. Já um dos braços foi encontrado dentro de um prédio em obras no bairro de Cachoeirinha. Além do membro, os policiais encontraram no edifício diversas fraldas usadas, resto de placenta, rastros de sangue e roupas de uma mulher.

 

Uma equipe de peritos analisou os restos mortais e o material encontrado e concluiu que a vítima foi esquartejada com uma faca comum. As demais partes do corpo ainda não foram encontradas.

Os agentes estão investigando se o bebê estava morto ou vivo quando foi desmembrado. Além disso, a polícia iniciou as buscas para encontrar a mãe da criança. Todos os hospitais da região estão em alerta caso alguma mulher dê entrada com sangramento, indícios de parto ou aborto.

 

Os vestígios de sangue espalhados no imóvel também devem ajudar na identificação da mulher.

Se a investigação comprovar que a criança estava morta, a mulher deve responder pelos crimes de vilipêndio e ocultação de cadáver. Se a conclusão for de que a criança estava viva no momento do desmembramento, a suspeita poderá ser incriminada por tortura, homicídio, vilipêndio e ocultação de cadáver.

 

 

 

(Com informações do Portal do Holanda)

 

Comments

comments