Em Belém, polícia despacha quatro vagabundos para o cemitério

Quatro homens foram mortos, dois policiais foram baleados e dois PMs e outras duas passageiras de um carro particular ficaram feridos em uma perseguição policial ocorrida por volta das 22h desta noite, no bairro de Batista Campos, em Belém.

Além deles, um homem, vítima de sequestro-relâmpago, também foi envolvido na ocorrência, mas saiu da perseguição sem ser ferido.

PERSEGUIÇÃO

Tudo começou quando bandidos tomaram um carro particular, um Honda HR-V cor cinza, na travessa Tiradentes, e colocaram o motorista como refém no porta-malas, possivelmente para fazer assaltos. Homens do 20º Batalhão da PM foram acionados para atender uma chamada de denúncia e iniciaram a perseguição do veículo sequestrado até a São Francisco, próximo ao canal da Tamandaré, onde um cerco feito por várias outras viaturas da polícia e acabou em uma intensa troca de tiros.

De acordo com a PM, o cabo Dionísio, também do 20° Batalhão da Polícia Militar, foi atingido no braço e no queixo. Ele foi socorrido e encaminhado para um hospital particular. Ele está sendo operado neste momento. Ele teve três dentes atingidos, mas está fora de risco. Outro policial também foi atingido, com um tiro de raspão em uma das mãos, e também está fora de risco.

TIROTEIO

Na hora do tiroteio, o refém do HR-V sequestrado continuava no porta-malas, mas saiu ileso. Ele foi libertado após o cerco ter fim, relatou a PM.

A intensa troca de tiros e as sirenes dos carros da polícia assustaram por vários minutos os moradores das redondezas próximas ao canal da Tamandaré, em Batista Campos. O tiroteio ocorreu nas proximidades da alameda Guilherme Seixas, que liga São Pedro e São Francisco.

COLISÃO

Durante a perseguição policial ao honda HR-V sequestrado, uma colisão acabou envolvendo uma outra viatura da PM e um carro particular, no bairro de Nazaré. A viatura era uma das várias que haviam sido chamadas para dar apoio à busca pelos bandidos.

O choque entre viatura da PM e o carro de passeio, um Honda Fit prata, ocorreu no cruzamento da avenida Conselheiro Furtado com a travessa Bejamin Constant.

Duas mulheres estavam no veículo. Elas ficaram bastante abaladas e foram encaminhadas com escoriações para atendimento médico. Os três policiais que seguiam na viatura também sofreram escoriações. Dois deles precisaram de atendimento médico. Os dois veículos ficaram bastante danificados.

FORAGIDOS

“Alguém acionou a polícia e atendemos o chamado. Na São Francisco, eles desceram do carro atirando. Atingiram um policial e acabaram sendo mortos na troca de tiros. Não sabemos se iam fazer assaltos ou matar alguém. Ao que parece eram foragidos. Uma outra vítima relatou que eles falavam o tempo todo que haviam saído de colônia penal agrícola”, disse à reportagem da redação intregrada de O Liberal o comandante Favacho, coronel da PM e chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC).

Segundo a polícia, os quatro mortos que trocaram tiros com a polícia portavam um revólver calibre 38, um revólver calibre 32 e uma arma falsa, que simulava o calibre ponto 40.

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password