Assaltantes de motos são mortos em confronto com a PM de Parauapebas

Por volta das 13h20 deste sábado, 11, três indivíduos tombaram mortos em uma intervenção policial. De acordo com o cabo PM S. Barros, sua guarnição da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos ( ROCAM ), realizava policiamento ostensivo na região quando foram informados por uma mulher de que ela teria acabado de sofrer um assalto e que a dupla teria levado sua moto.

 

 

“Estávamos fazendo ronda na rua do Comércio quando uma vítima nos abordou nos informando que tinha sido roubado e nos apontou a direção em que os assaltantes teriam se evadido. Nas buscas percebemos quando os mesmos entraram na mata próximo a área do reservatório da Saaep, bairro Nova Vida II”, explica o policial. Ele ainda acrescentou que o local é de difícil acesso por ser mata fechada, sendo assim, os ladrões se juntaram com mais dois comparsas e abriram fogo contra os policiais.

 

 

“Infelizmente eles não quiseram ser presos e ir sentando e se deitando e no local os mesmos vieram pra cima da polícia e aí deu o que deu. Mais uma vez a polícia deu a resposta para a sociedade, em menos de 10 minutos a moto da vítima que eles haviam roubado foi recuperada e os indivíduos tirados de circulação”, ressaltou o cabo.

A polícia afirma que os três mortos tinham passagem pela polícia, por tráfico de drogas, assaltos e roubo de moto.

 

 

“Havia cinco dias que eles estavam tocando terror na cidade. O foco deles era Honda Bros e na área era o esconderijo deles, já estivemos aqui várias vezes, mas passávamos batido, só que dessa vez eles perderam”, finalizou o PM.

Após levantamentos de praxe realizados pelos investigadores de Polícia Civil, Ricardo e Walmir, por volta das 16h40 os corpos foram removidos do local pela equipe do Instituto Médico Legal ( IML) para passarem por exames de necropsia no Centro de Perícia Científica Renato Chaves de Parauapebas, onde ficaram a disposição dos familiares, que até então não haviam reclamado os corpos no IML.

 

 

Na Delegacia, o Grupo Tático Operacional ( GTO ), que participou das buscas na mata, apresentou um revólver calibre 38, municiado e dois simulacros, um de revólver e outro de uma pistola, além de três papelotes de maconha.

Até o fechamento desta matéria, apenas dois mortos haviam sido identificados, tratam-se de Mateus Sousa de Carvalho, 19 anos de idade, natural de Chapadinha (MA) e Givanilson Reis Marques, 29 anos, nascido em São Luís, (MA).

De acordo com o delegado plantonista Dufrae Abade, foi instaurado inquérito para apurar as mortes em decorrência de oposição a intervenção policial. Dufrae enfatiza que as armas dos policiais foram recolhidas e na segunda-feira, 13, as mesmas serão encaminhadas para exames balísticos no Centro de Perícia Científica Renato Chaves de Parauapebas.

(Texto: Neide Folha Reportagem: Caetano Silva) – Correção (Redação do Portal Papo Carajás)

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password