Assaltante rouba caminhonete em Parauapebas, mas depois leva o “farelo” ao confrontar PM

Diego Delfino Lima, 22 anos de idade, foi morto em confronto com a Polícia Militar minutos após cometer assalto em uma residência na rua M, bairro União, em Parauapebas.

De acordo com a vítima, que pediu para não ser identificada, era por volta das 23h30 da noite desta segunda-feira (24) quando chegava em sua residência dirigindo uma caminhonete. Ao entrar e acionar o controle para fechar o portão foi surpreendido por dois indivíduos armados, um deles com uma pistola e o outro com uma espingarda tipo por fora de dois canos.

Diego já chegou morto no hospital de Parauapebas

Os ladrões renderam a vítima e a obrigaram entrar em casa e mantiveram quatro pessoas da mesma família reféns, sob a mira de uma das armas.

A vítima contou ainda que enquanto um dos bandidos as mantinham reféns deitadas ao chão, o segundo assaltante fazia o limpa nos cômodos da casa, subtraindo jóias e celulares.

Após usurpar os pertences e celulares das vítimas, a dupla que recebia suporte de um terceiro indivíduo em um veículo escuro, deixaram o local em uma moto Honda Biz vermelha, pertencente a um dos filhos da vítimas.

Após o susto, a vítima se dirigiu até a Delegacia de Polícia Civil e comunicou o assalto.

Um dos membros da família passou a rastrear um dos celulares levados pelos assaltantes. Com base nas informações emitidas pelo aparelho, as vítimas chegaram até a rua Paulo Afonso, 427, bairro Guanabara, junto com a Polícia Militar e deduziram que os bandidos estavam no local.

Segundo a polícia, ao entrar no local, a GU 2314 fora recebida a tiros, instante em que revidou, atingindo Diego Delfino mortalmente. Já o segundo indivíduo, que já foi identificado pela polícia e estaria com uma pistola 380, conseguiu escapar ileso pulando o muro do local. Baleado, Diego Lima foi socorrido pela Equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Municipal de Parauapebas, morrendo a caminho.

Diego tinha várias passagens pela Delegacia pelos crimes de assaltos.

 

 

(Caetano Sillva)

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password