Presente na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) nesta segunda-feira, o advogado de Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro, afirmou que irá deixar o caso se a sua cliente não apresentar provas até a meia-noite. Danilo Garcia de Andrade falou com a imprensa no local, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo.

“Se ela (Najila) não me entregar o celular e as provas, que ela diz ter, vou deixar o caso. Aí não serei mais o advogado. Ela tem até meia-noite”, revelou.

 

“Não estou com o tablet ainda, não estive com a minha cliente ainda. Vim falar que não estou com o celular. Se ela não entregar até meia-noite, saio do caso. Não dá para defender alguém ou atuar por alguém que não me entrega as provas, concorda? Diz ela que vai me entregar. Estou esperando. Até agora não recebi e vim dizer isso para a delegada”, completou Danilo Garcia.

Najila Trindade afirma que sua casa foi alvo de arrombamento, o qual teria originado o furto do tablet. Após vistoria, a polícia diz que os indícios de arrombamento são leves e que as digitais encontradas pertencem apenas à proprietária e a um amigo próximo da mesma.

 

Segundo depoimento da suposta vítima, o vídeo que já foi publicado, na verdade, tem sete minutos de duração (o que foi divulgado tem pouco mais que um minuto). A gravação mostra Najila e Neymar se desentendendo dentro de um quarto de hotel, onde o estupro teria sido cometido um dia antes.

Mais cedo nesta terça-feira, também no 6º DDM, a advogada de Neymar, Maíra Fernandes, afirmou que a defesa do jogador já busca uma data para que o depoimento do atleta aconteça. O staff do atleta esteve em Santo Amaro, observando o lugar, com o objetivo de começar a traçar um esquema de segurança.

 

No dia que Neymar comparecer ao local para depor, a tendência é que a imprensa fique de fora e não tenha acesso à delegacia.

 

 

 

(Gazeta Esportiva)

Comments

comments