Um vídeo feito por um suspeito de matar uma adolescente grávida em Paragominas, sudeste paraense, chamou atenção nas redes sociais esta semana.

Nele, José Antônio Oliveira, que fugiu para o Paraná logo após o crime, que aconteceu no dia 27 de julho deste ano, conta que é inocente e que retornará ao estado para provar isso.

 

“Eu sou pai de pai de família, tenho filho e esposa aí no Nagibão (bairro de Paragominas), tenho pai e tenho mãe. Qual motivo de eu fazer uma barbaridade dessas com essa menina? Eu não conheço ela, nunca troquei ideia com ela, conheço ela de vista, sou amigo dos irmãos dela, jamais eu ia fazer isto, pessoal”, diz José Antônio

O que o suspeito foragido da Justiça não contava era que a gravação viralizasse até chegar à Polícia Civil. Os agentes decidiram não aguardar o retorno de José, e o prenderam no ônibus a caminho do estado.

O Crime

Vitória Dágila, de 17 anos, saiu de sua casa, no bairro Nagibão, dizendo a sua mãe que iria fazer uma ligação e retornaria logo em seguida, e não voltou mais.

 

Após buscas, o corpo da adolescente foi encontrado no dia 29 de julho, próximo a uma plantação de soja.

 

 

 

Fonte: Dol

 

 

Comments

comments