Mais de 400 trabalhadores aceitam acordo com a Big Ben

Mais de 400 trabalhadores da Big Ben aceitaram um acordo para o pagamento das verbas rescisórias e multa de 40% do FGTS com deságio de 30%, nesta quarta-feira (21), durante audiência na Justiça do Trabalho. O acordo foi homologado pela Juíza do Trabalho Titular da 8ª Vara do Trabalho de Belém, Maria Edilene de Oliveira Franco.

Ao todo 404 trabalhadores aceitaram o acordo. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, o processo continuará para os demais, a menos que outras adesões sejam feitas, ficando para a sentença, que provavelmente habilitará esses valores na fase da recuperação judicial da empresa.

O pagamento do FGTS dos meses não recolhidos serão pagos diretamente na conta salário dos substituídos até o dia 08 de março deste ano.

Em caso de inadimplemento, incidirá multa de 30% sobre o saldo devedor, conforme Ata da Audiência.

Entenda

O Sindicato Trabalhadores no Com. Var. e At. de Produtos Farm. do Estado do Pará entrou com uma ação coletiva pedindo o pagamento das verbas rescisórias, já que a BigBen entrou em recuperação judicial e demitiu em torno de 1.200 trabalhadores.

Na semana passada, centenas de funcionários da Big Ben fizeram um ato em frente à sede da empresa, localizada na avenida Almirante Barroso, no Entroncamento, em Belém, e, segundo denúncia, cobrando a baixa nas Carteiras de Trabalho para receberem os benefícios como o Seguro-Desemprego.

Depois de várias audiências, realizadas na 8ª VT de Belém, foi feito um acordo parcial, em que foi liberado o FGTS e dado baixa na carteira de todos os substituídos na ação.

Comments

comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password